sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Bolsonaro bola murcha: Impeachment ganha gás e esvazia a bolha bolsonarista



O mundo real “desbolsonarizou” de vez. Converse com as pessoas nas ruas (de máscara e mantendo o distanciamento, claro). Bolsonaro segue idolatrado apenas dentro da sua bolha barulhenta e idiotizada (e cada vez menor) das redes sociais. Restam apenas os fanáticos, lunáticos, oportunistas (eternos governistas) e golpistas.

O fracasso no combate à pandemia, as trapalhadas na aquisição das vacinas e a omissão genocida deste desgoverno em episódios cruciais como a falta de oxigênio nos hospitais de Manaus consolidam o embasamento jurídico para o início do processo de impeachment. Há dezenas de crimes de responsabilidade a denunciar.

Ah, mas e o Doria? E o Maia? E o Lula? E o STF? Tudo a seu tempo, meus caros. A prioridade agora é resgatar o Brasil das mãos desses milicianos e delinquentes bolsonaristas. Vacinar os brasileiros contra surtos autoritários, negacionistas, obscurantistas. Afastar prioritariamente o mal maior. O #BrasilSufocado pede #ForaBolsonaro.




quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Vamos deixar Bolsonaro seguir os passos de Trump para o esgoto da História


Que invejinha boa assistir a posse do presidente Joe Biden e da vice Kamala Harris. A cafonice patriótica norte-americana é tão mais reconfortante que a canalhice bolsonarista tipicamente brasileira.

Os Estados Unidos já se livraram do debiloide, psicopata, negacionista e obscurantista deles. Nós ainda temos uma longa jornada para nos livrarmos do nosso presidente demente. Vamos esperar mais o que para tomarmos uma atitude?

Eles votaram duas vezes o impeachment do Trump, nós ainda temos dúvida se devemos repetir os destinos de Collor e Dilma. Cadê o Congresso? Cadê a oposição? Cadê o povo que foi às ruas de verde-amarelo? Todo mundo amarelou de vez?

Ora, por muito menos afastamos dois presidentes da República. O atual é um inepto, lunático, criminoso, genocida, golpista, miliciano, incompetente, desqualificado e incapaz. A lei é para todos! Que seja aplicada para nos livrar também deste canalha!

Batemos ontem novo recorde de brasileiros mortos por Covid-19. Bolsonaro era contra a vacina e todos os protocolos sanitários e científicos. Não comprou vacina, não comprou insumos, não comprou seringa, não comprou agulha. Debochou da vida e da morte, com seu histórico de panaca.

Estamos à beira da tragédia. O episódio emblemático da falta de oxigênio - que até a miserável Venezuela precisou nos ajudar - demonstra exatamente a posição do Brasil hoje no mundo. A Venezuela tem pena de nós!

Graças ao bolsonarismo e a Jair Bolsonaro, o meme que virou presidente, somos a vergonha global. Isolados, retaliados, cheios de inimigos reais e imaginários escolhidos a dedo pela bolha ideológica idiotizada e militarizada dessa escória bolsonarista.

Passou da hora de reagir! #RespiraBrasil #Impeachment #ForaBolsonaro #RenunciaBolsonaro #PedePraSair

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Bolsonaro, o Dr. Cloroquina no combate à “vacina do Brasil”


Jair Bolsonaro é um doente, inepto, mitômano, desequilibrado, desqualificado, psicopata e genocida. Exerce ilegalmente a medicina (ou o curandeirismo?) e, apesar de eleito dentro da legalidade, comete crimes diários de responsabilidade ao desgovernar o Brasil.

Por muito menos, Collor e Dilma sofreram impeachment, Jânio renunciou, Getúlio se matou. Enquanto aguardamos qual desfecho terá Bolsonaro, seguimos entregues ao negacionismo, ao obscurantismo e ao charlatanismo de um lunático que é contra a vacina e segue receitando a cura precoce da Covid-19.

Talvez para justificar os bilhões que o curandeiro Bolsonaro e seu pajé Pazuello torraram na produção da cloroquina pelo Exército brasileiro. Afinal, nossos inimigos são os comunistas. Talvez por isso rejeitamos a vacina chinesa e até a pólvora (coitadinhos do nossos bravos soldadinhos de chumbo e generais de pijama), que também é uma descoberta chinesa.

Não tenho nenhuma simpatia por João Doria. Ao contrário. Acho uma cópia paraguaia ou chinesa do Trump e um estelionatário eleito pelo merchandising fake do BolsoDoria. Mas a “vacina chinesa do Doria”, como batizou o próprio Bolsonaro, é a única salvação disponível hoje no Brasil. Viva a vacina!

Bolsonaro tomou uma surra dos fatos, da ciência, da Anvisa. O Dr. Cloroquina, um charlatão que deve sofrer impeachment por ser um presidente criminoso e processado por ser falso médico, agora quer confiscar o que passou a chamar de “vacina do Brasil”. Quer faturar politicamente, como sempre faz (lembra do auxílio emergencial que ele era contra?).

Bolsonaro perdeu. Ganhou a razão. Bolsonaristas seguem em desespero. O fim está próximo: o bolsonavírus está sendo combatido junto com o coronavírus. O presidente demente segue em campanha (por 2022, contra a vacina, pela cloroquina, pela familícia). Vai morrer politicamente, mas antes disso vai levar para a morte quantos brasileiros ainda? #ForaBolsonaro

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Eu não tenho nenhum respeito pelo Bolsonaro e pela sua bolha de lunáticos; ao contrário, quero que voltem todos para o esgoto de onde não deviam ter saído!


Quem votou em Bolsonaro enganado, por desinformação ou boa fé (supondo que isso fosse possível), já teve tempo de se arrepender ao conhecer quem é o presidente demente, pai da familícia e fraquejada da natureza.

Por isso eu não respeito bolsonarista, negacionista, obscurantista, inimigo da ciência, da cultura e da vida. Eu não respeito adversário da educação, da sustentabilidade e do meio ambiente.

Eu não respeito preconceituoso, racista, machista, misógino, homofóbico. Eu não respeito saudosos da ditadura e nostálgicos da tortura, principalmente os psicopatas que idolatram torturadores covardes e assassinos.

Eu não respeito armamentista, golpista, fundamentalista, retrógrado, oponente da democracia, dos princípios republicanos e do estado de direito. Eu não respeito político populista, demagogo, hipócrita, imoral e anti-liberal.

Eu não respeito quem trata o povo como gado, oportunista, manipulador, inepto, desqualificado, incompetente, desequilibrado, anti-ético. Eu não respeito quem debocha da saúde das pessoas, quem faz piada da pandemia e das vacinas.

Eu não respeito quem inventa e difunde fake news, quem precisa de inimigos reais e imaginários para se manter no poder, quem patrocina e alimenta a polarização, a intolerância, o ódio e o confronto entre fanáticos e lunáticos de bolhas ideológicas idiotizadas.

Apesar de Bolsonaro, a vacina contra a Covid-19 está encaminhada. Enfim a civilização avança sobre a barbárie. Vencida essa etapa, a próxima providência sanitária no Brasil deve ser vacinar o povo contra o bolsonavírus. Erradicar essa besta da presidência. Impeachment já! #ForaBolsonaro 👋 🚽

domingo, 17 de janeiro de 2021

Recesso indigno e ofensivo durante o “telecatch” eleitoral antecipado, a omissão e o genocídio na pandemia


A semana recomeça nesta segunda-feira com a dura rotina de trabalhadores e donas-de-casa, como de praxe para quem exerce suas atividades externas ou domésticas, sem contar a ansiedade de quem procura emprego. Pior ainda num cenário de pressão pelo número crescente de mortos na pandemia.

E os políticos, diante dessa realidade sufocante, aonde estão? Vereadores, deputados estaduais, deputados federais, senadores continuam em recesso. Como se o Brasil vivesse dentro da sua mais absoluta normalidade, enquanto o povo está literalmente morrendo sem ar, asfixiado.

O auxílio emergencial acabou. A vacina ainda não chegou, graças ao negacionismo, ao obscurantismo, à omissão cúmplice, à incompetência criminosa e às trapalhadas genocidas do presidente demente num “telecatch” eleitoral antecipado com seus possíveis oponentes em 2022.

O noticiário dá conta da falta de cilindros de oxigênio e do colapso na rede hospitalar, da crise econômica, do caos social, da tragédia humanitária. Se não bastasse a Covid-19, seguem os problemas cotidianos: enchentes, insegurança, trânsito, transporte, educação, meio ambiente, fake news. Estamos num poço sem fundo e caindo mais.

E a política segue em recesso, numa inoperância cretina definida em lei e reforçada pela cara-de-pau de mandatários que não tem a mínima sensatez, sensibilidade, solidariedade e empatia com os brasileiros que estão sendo jogados em valas comuns como meros números nas estatísticas mórbidas do coronavírus.

Vereadores recém-empossados abrem o ano numa inoperância inexplicável, acomodados, acovardados, submersos (mas não nas enchentes crônicas da cidade). Deputados e senadores só se mexem para fazer conchavos de olho na eleição das mesas diretoras, contabilizando votos, recursos e cargos. E o Brasil segue à deriva.

Prefeitos, governadores, o meme que virou presidente, parecem todos personagens de uma realidade paralela, virtual, vivendo alheios aos problemas diários dos cidadãos. Posts, tuítes, lives, curtidas, views. Políticos viraram candidatos a lacradores das redes sociais, enquanto o mundo real é cancelado e vidas são deletadas.

Só não cancelam nem deletam o recesso parlamentar. Qual a justificativa para essas “férias” dos políticos quando o mundo despenca numa crise de proporções jamais vistas? É hora de buscar soluções planejadas, prevenir, remediar o pior.

Citei acima o “telecatch”, quem é mais velho conheceu. Era um programa de TV dedicado à exibição de combates de luta-livre que combinavam encenação teatral, esporte e circo. O galã Ted Boy Marino; Fantomas, o Gigante Demolidor; Aquiles, o Matador; foram substituídos hoje por Bolsonaro, o Facínora; João Doria, o Calcinha Apertada; e O Incrível Huck, herói dos movimentos cívicos; entre outros coadjuvantes com menos carisma.

Nessa base do “me engana que eu gosto” segue a população brasileira, aquela mesma que foi às ruas clamar por mudanças e se manifesta nas redes e nas urnas. Estamos esperando o que para reagir e deletar esses vagabundos e cafajestes, a começar pelo presidente inepto, desqualificado, tirano e genocida? (Ctrl+Alt+Del) #CancelaORecesso , #LutoPeloBrasil e #ForaBolsonaro 


sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Panelaço contra o meme que virou presidente, um demente, lunático, genocida e mentiroso que deve ser afastado do poder!


Aconteceu agora o maior panelaço do período Bolsonaro por todo o Brasil. E não venham me dizer que o protesto é coisa de esquerdista. Basta ter cérebro, bom senso e um mínimo de civilidade para se opor a essa besta.

Bolsonaro afirmou à Band nesta sexta-feira, 15, que o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, está “trabalhando em uma vacina brasileira” contra a Covid-19.

“Ele acha que pode ficar pronta este ano, na fase experimental”, garantiu o presidente demente.

Questionado sobre quem estaria fabricando e testando a suposta vacina, o presidente declarou que “não tem ideia”. Pode ser mais boçal, estúpido e mitômano? “O Marcos Pontes é uma pessoa diferenciada. Eu não sei onde está sendo construída a vacina”.

Ele não cansa de passar vergonha? Depois de atacar a vacina chinesa (a única disponível para o Brasil), debochar dos índices de sucesso dos testes e precisar do socorro da Venezuela para evitar a morte de brasileiros por sufocamento graças à incompetência deste desgoverno, ele segue cada vez mais insano.

Bolsonaro, canalha, mentiroso, disse ainda que está PROIBIDO pelo STF de tomar qualquer providência contra a #COVID19. Daí a explicação dele para o caos em Manaus. Mentira. Mas que agora ele está “desrespeitando o Supremo por amor ao povo brasileiro”. Cafajeste.

Bolsonaro acusou também o governador João Doria de ter provocado mais mortes em São Paulo pelo coronavírus simplesmente para conseguir recursos do Governo Federal. E que o isolamento prejudicou o Brasil. Negacionista criminoso!

Enquanto isso, tenta confiscar as vacinas produzidas pelo Instituto Butantan (a “vachina”, ou “vacina do Doria”) para que elas não sejam distribuídas primeiro em São Paulo. Mentiu também sobre as vacinas que estariam sendo buscadas na Índia. Doente!

É ou não é um idiota, obscurantista, desequilibrado, desqualificado e assassino que precisa ser afastado imediatamente do poder? #ForaBolsonaro

William Bonner no JN “esgrimando” contra os bolsonaristas lunáticos de whatsapp


Assista: William Bonner num depoimento emocionado e improvisado no Jornal Nacional contra os lunáticos que o jornalismo profissional enfrenta, neste momento que a crise vem se agravando. Excelente. #ForaBolsonaro

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Vai pra Venezuela, Bolsonaro! Está chegando o Dia D e a Hora H do impeachment!


No Brasil negacionista de Bolsonaro já acabou o oxigênio para os pacientes internados em estado grave nos hospitais de Manaus. E o presidente demente segue inerte. Omisso.

Qual a solução emergencial do governo? Ir buscar tanques e cilindros de oxigênio na Venezuela! Sim, Bolsonaro não quer vacina da China mas vai ser obrigado a respirar o ar comunista venezuelano para sobreviver! Ignorante! Vagabundo! Incapaz!

E a vacina? O ministro inepto da Saúde, Paspalhozuello, está esperando ainda chegar o Dia D e a Hora H. Enquanto isso o caos vai tomando conta dos hospitais. Brasileiros já morrem sufocados sem atendimento no Amazonas. A situação vai piorar muito no país inteiro. Bolsonaristas cretinos! Lunáticos! Assassinos!

Impeachment, renúncia ou usando a arminha que tanto ele gosta de mostrar?


Bolsonaro precisa ser afastado urgentemente da Presidência da República. Não apenas por questões de política e de polícia, mas até por uma prevenção sanitária, garantista da saúde pública do povo brasileiro e preservacionista do estado democrático de direito.

Que seja uma saída à Dilma ou Collor, pelo impeachment. Que seja como Jânio, pela renúncia. Ou que seja como o último gesto de Getúlio Vargas, ele que escolha o modo que vai sair do poder para ser empilhado no lixo da História. #ForaBolsonaro

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Passou da hora do impeachment


Eu achava que o Collor era o pior presidente do Brasil. Acabou em impeachment.

Eu achava que a Dilma era a pior presidente do Brasil. Acabou em impeachment.

Agora eu tenho certeza que Bolsonaro é o pior presidente que o Brasil já teve, com mais defeitos que todos os outros e nenhuma qualidade.

Péssimo presidente, ser humano deplorável. Inepto, irresponsável, abjeto, incapaz, incompetente, desequilibrado, desonesto, desqualificado, criminoso. Pronto para ser defenestrado da Presidência e voltar para o esgoto de onde nunca deveria ter saído.

E o que será que estamos esperando para o impeachment? Cadê o Congresso? E os caras-pintadas? E as manifestações na Paulista? E o bate-panela? E os gritos de “vem pra rua?”. E aquele papo furado de acabar com os corruptos e mudar o Brasil? Zzzzz... 😴😴😴